Indisciplina Escolar

A disciplina escolar é um conjunto de normas e regras que devem ser seguidas tanto pelos professores quanto pelos alunos para que o fenômeno educativo seja pleno. Estas normas e regras devem focar na qualidade do relacionamento entre alunos e professores, como também focar em todo conjunto que envolve o ser humano, a escola e a cultura local.

A idéia de indisciplina escolar deve ser um consenso único não só entre alunos e professores, mas também pais, responsáveis, escola e sociedade.

O conceito de indisciplina escolar se relaciona ao conjunto de valores tais como normas de qualidade de vida, regras de convivência, expectativas de bem estar, podendo variar entre as diferentes culturas locais dentro de uma mesma sociedade, nos diversos grupos sociais e nas diferentes instituições.

Nesse sentido as normas deixam de ser vistas apenas como ordem de limites, e passam a ser compreendida como condição necessária ao convívio social. Com isso, a indisciplina passa a ser vista como uma atitude de desrespeito, de intolerância, de intransigência, do não cumprimento de regras.

Recorrer à autoridade é fundamental para as relações sociais. Essa autoridade a que nos referimos deve ser distinguida para não ser confundida com autoritarismo, pois, uma atitude autoritária é aquela que exercita o poder utilizando apenas o seu ponto de vista como referencial, nunca levando em conta o que o outro pensa, e ainda, o autoritarismo exige uma obediência cega, surda e muda, o que é totalmente dispensável para o sucesso do processo de ensino-aprendizagem. Já a autoridade, utiliza o caráter de respeito mútuo como base para a interatividade nas relações interpessoais.

O professor precisa construir um ambiente que proporcione ao aluno motivação, curiosidade em descobrir novas possibilidades, e novas formas de conhecer. Ele deve ser o agenciador que aponte por quais caminhos esse aluno pode percorrer com maior proveito para o seu aprendizado.